Sítio da equipa do Centro de Documentação e Informação do Agrupamento de Escolas Passos Manuel
Aqui, apresentamos as atividades da nossa comunidade com as bibliotecas escolares, desde a Educação Pré-Escolar ao Ensino Secundário.

15/03/2016

A turma B e o aluno João Costa leem "Bichos, bichinhos e bicharocos"

A turma B da EB1/JI Gaivotas beneficiou da leitura do aluno João Costa (da turma D) com a obra "Bichos, bichinhos e bicharocos", sinalizado nas metas curriculares do 1º Ciclo do Ensino Básico, na disciplina de Português, ao abrigo do projeto "Eu leio, Tu lês, Nós lemos" em articulação com o projeto "Leitura-a-Par".

O aluno João Costa estuda na turma D da EB1/JI Gaivotas e gosta muito de ler em voz alta a outros alunos. Por esse motivo, apoiamos este prazer pela leitura do aluno, ensaiando leituras a realizar em turmas com alunos mais novos.

(MURALHA, Sidónio - Bichos, bichinhos e bicharocos)


Os poemas que o João Costa selecionou foram: Cãozinho; Joaninha; e Macacos.


Cãozinho

Eu tenho um cão
muito pequenino
que me cabe na mão
e não é ladino...
Só se põe a correr
se o seu menino
lhe mexer...

Não come carne nem peixe
mesmo que o deixe...
Nem trinca chocolates e bolos
como os cães tolos...
Nem come sopinha
por mais que lha dê...

E não bebe leite
antes que se deite
na sua caminha...
E que coma açorda
ninguém se recorda...
Nem papa farinha...

E sabem porquê?
Ninguém adivinha?

- é que o patetinha
é um cão de corda.


Joaninha

A joaninha bonita
que mora a meio do caminho
da rua das violetas
tem um vestido de chita
todo ele encarnadinho
e cheio de bolinhas pretas.

E quando a gente lhe diz:
- "Joaninha voa, voa,
não me digas que tens medo,
se voas serás feliz
que o teu pai está em Lisboa
foi lá comprar um brinquedo..."

A joaninha responde:
"Se és amigo verdadeiro
não me digas voa, voa,
- voar sim, mas para onde? -
o meu pai não tem dinheiro
para ter ido a Lisboa..."

E a joaninha bonita
lá se fica no caminho
da rua das violetas
com um vestido de chita
todo ele encarnadinho
e cheio de bolinhas pretas...


Macacos

O macaco viu-se ao espelho,
chamou os outros macacos,
todos quiseram o espelho,
e o espelho ficou em cacos...
O macaco, zangadinho,
mordeu os outros macacos.

Logo os macacos mordidos
pelo macaco sem caco
lhe sairam ao caminho,
e muito, muito ofendidos,
agarraram o macaco
e puxaram-lhe o rabinho.

Tudo por causa dum espelho...
O espelho ficou em cacos,
ficou o macaco sem espelho
e zangaram-se o macacos.


Sem comentários: